Tópicos iDizimo Contato
Este fórum é dedicado a todos que participam da pastoral do Dízimo
 
O DÍZIMO NA BÍBLIA
Publicado em: 30/07/2015

Introdução. O dízimo está na Bíblia de Gênese ao Apocalipse. É reconhecido como o quinto mandamento da Igreja Católica. Por isso, sem dúvida alguma, nada melhor do que entender que o dízimo é de origem Bíblica. Só podemos compreender um dízimo que tenha seu fundamento na Palavra de Deus. Assim entendido, desfazem-se duvidas sobre essa forma de doação, ou seja, a sua contribuição.
A Bíblia está cheia de referencias sobre o dizimo, as quais devidamente interpretadas nos revelam as promessas e as bênçãos que Deus deseja aos seus filhos. "Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para refutar, para corrigir, para educar na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito, preparado para toda boa obra" (2Tm 3,16-17).
O que proponho. Nos textos que se seguirão (três ao todo) vou indicar cinquenta destaques bíblicos para a compreensão do dizimo presente em todos eles; entendendo-se dízimo de forma mais ampla, incluindo ofertas, doação e etc. Dividirei o trabalho em três partes para enfatizar alguns textos bíblicos - agrupados segundo a tradição bíblica -da seguinte forma: na primeira parte, destaco o Pentateuco que é o chamado "livro de Moisés".
O Pentateuco se compõe de cinco livros: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio. Aqui estão, indiscutivelmente, os melhores textos para a compreensão do dízimo na mais primitiva iniciativa dos patriarcas e, consequentemente, a melhor abordagem do dízimo. O Pentateuco cobre um período de cerca de dois mil anos de história do povo de Deus; vai desde a criação (Gênesis) até a descrição da morte de Moisés (Deuteronômio); termina-se com um grande elogio à sua ação aos olhos de todo o Israel.
Em resumo podemos pensar os principais temas e as seções correspondentes do Pentateuco que podem ser analisadas segundo o esquema seguinte: 1. Desde a criação do mundo até a genealogia de Abraão (Gn 1-11). 2. A história dos Patriarcas (Gn 12-50). 3. A saída do Egito (Êx 1-15). 4. Desde o Egito até o Sinai (Êx 16-18). 5. A revelação do Senhor no Sinai (Êx 19-Nm 10). 6. Desde o Sinai até Moabe (Nm 10-36). 7. O livro de Deuteronômio (Dt 1-34).
Destacamos a seguir alguns textos bíblicos - você poderá conferir diretamente em sua Bíblia texto por texto - referentes ao dízimo, partilha, oferta e outras variantes da seguinte forma:
1. A essência da partilha "o fundamento do dízimo" (Gn 1,1-31);
2. As ofertas de Caim e Abel (Gn 4,3-4);
3. O sacrifício, o dízimo de Noé (Gn 8,20-22);
4. O dízimo de Abrão (Gn 14,17-22);
5. O dízimo de Jacó (Gn 28,20-22; Gn 35,1-7.14-15);
6. As leis: estar em dia, ser fiel a Deus (Ex 22, 28-31);
7. O dízimo de Moisés - a décima parte (Ex 25,1-9);
8. A construção do tabernáculo (Ex 35,1-29);
9. Os dízimos são propriedades do Senhor (Lv 27,30);
10. O dízimo que passa sob o cajado do pastor "a décima parte" é do Senhor (Lv 27,31-32);
11. A lei acerca das ofertas, a décima parte (Nm 15, 1-4);
12. A doação das primícias "os primeiros frutos" (Num 15,15-21);
13. Separar o melhor para Deus - Estipêndio dos Levitas (Nm 18,25-32);
14. A Lei do Santuário Único - local da doação do dízimo (Dt 12,6-11.14);
15. O dízimo incorporado à Lei (Dt 14,22-29);
16. As primícias e o dizimo (Dt 26,12-15).
Com esses textos sobre o dízimo, podemos ter as primeiras experiências Bíblicas sobre o dizimo. O dizimo nos leva a um desafio, uma promessa e as bênçãos. Faça a experiência, diz o Senhor dos Exércitos... (Ml 3,10-12). Conhecereis a verdade, pois a verdade vos libertará (João 8,32). O dízimo é uma grande semente, para você semear Deus em seu coração. Fazer a experiência do dízimo é o que requer as Escrituras e, particularmente, é o apelo do profeta Malaquias.
Por: Pe. Jerônimo Gasques

Comentários

Participe você também! Deixe aqui seu comentário.
Nome:
E-mail:
Diocese:
Paróquia:
Cidade: U.F.:
Comentário:
Código: código captcha
 
Termos de Utilização | Política de Privacidade | www.idizimo.com
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização