Tópicos iDizimo Contato
Este fórum é dedicado a todos que participam da pastoral do Dízimo
 
AMPLIE E APROVEITE MELHOR OS RECURSOS
Publicado em: 22/07/2010

Amplie e aproveite melhor os recursos conquistados

Quando falamos em captação de recursos não estamos falando simplesmente em arrecadar dinheiro para a comunidade ou instituição. A presença dos voluntários que atuam nas variadas atividades de pastoral são elementos chaves para o andamento da comunidade. Daí, a importância de sua formação na ação para melhorar as atividades de pastoral.

Podemos intuir algumas informações:

1. Melhorar a qualificação dos voluntários que atuam na comunidade. A sua presença, às vezes de forma humilde, significa crescimento e investimento.

2. Processo de reciclagem e de economia. A comunidade necessita de um investimento na economia de suas despesas (revisão), passando por uma reformulação das entradas e saídas (reengenharia).

3. Priorizar o atendimento social na comunidade. Entre tantos problemas existentes no Brasil, a comunidade não pode fazer tudo para desejar resolver todos os problemas alegando atividade de pastoral. Uma única atividade bem feita pode fazer a diferença.

4. A grande maioria das paróquias não sabe o que quer de fato. Com isso gastam-se muitas energias físicas e econômicas para manter um quase nada. Depois vem a decepção e os reclamos.

Enfim, o primeiro passo: somente o dízimo deve ser a meta a ser buscada na captação de recursos para todas as atividades de pastoral. Para isso acontecer um bom planejamento pastoral se torna imprescindível nesse momento; investir com coragem e determinação acreditando na forma da Palavra que renova todas as coisas.

Um segundo passo: a medida que o plano vai sendo detalhado, fica mais fácil perceber onde estão as oportunidades de captação de recursos; quem são os parceiros mais adequados para cada uma das necessidades que a organização tem; quem são as pessoas mais adequadas para apresentar o projeto para cada um dos potenciais parceiros e em que época devemos iniciar a captação, etc.

Escrito por Pe. Jerônimo Gasques (Paróquia São José - Presidente Prudente / SP)
Artigo Publicado na Revista Paróquias - Edição N. 05 (Julho/Agosto de 2010)
Por: Pe. Jerônimo Gasques

Comentários
Por: Ana - em: 29/12/2010
(/SP - Paróquia: - Diocese: Presidente Prudente)
Não tem melhor estímulo para o dízimo que a transparência, e isso nem sempre ocorre em nossas paróquias infelizmente
Por: LEUDO DE OLIVEIRA FARIAS - em: 19/11/2010
(MOJU/PA - Paróquia: DIVINO ESPIRITO SANTO - Diocese: ABAETETUBA)
Quando falamos de catolicos que ouvem a voz da Igreja nao deveria haver nenhuma restrição para ofertar o seu dizimo. O que acontecem muitos casos sao catolicos que ainda nao entendem perfeitamente o que é o dizimo.
Por: Pe. Wagner Aparecido Scarponi - em: 10/11/2010
(São Paulo/SP - Paróquia: São Sebastião - Diocese: São Paulo)
Acredito que nossa maior dificuldade está no aprimoramento dos recursos humanos em nossas Paróquias. Se nós dedicassemos mais tempo com este objetivo a captação de recursos financeiros seria mais frutuosa.
Pois, como vamos captar recursos sem pessoas bem preparadas humana e espiritualmente para isso? A captação de recursos passa por nossos agentes de Pastoral.
Portanto devemos preparar, investir mais em nossos agentes de Pastoral na sua formação humana e espiritual, ajudando os a crescerem na vida comunitária. Esta é a base fundamental da captação de recursos de nossas comunidades.
Por: Uriel Pedroso - em: 10/09/2010
(Araraquara/SP - Paróquia: São Dimas - Diocese: Mitra Diocesana de São Carlos)
Dizimo é a décima parte do que ganhamos.

O que ganhamos de Deus todo dia, todo mês, todo ano? Dinheiro, tempo, experiência, alegria, amor, paciência, bens materiais, amizade, benção, graças, saúde e etc.

Se ganhamos de Deus tudo isso, então temos que no mínimo, segundo as escrituras,

Provérbio 3:9 "Honra ao Senhor, teu Deus com os teus bens, e com as primícias de toda a tua renda"

dar(R$), dedicar(evangelizar), participar(tempo), ajudar(inserindo se) para nossa Paróquia no mínimo com 10 tudo o que recebemos do nosso tempo (dia tem 24 horas 10 = 2,40 horas e quarenta minutos), Você ora, agradece a Deus duas hora e quarenta minutos por dia?
Você dá 10 do que você ganha por mês?
Pense no que disse.

Uriel
Por: Aristides Madureira - em: 01/09/2010
(Udi/MG - Paróquia: São Pedro e São Paulo - Diocese: Uberlândia)
Como missionário fico feliz em ver como a pastoral do dízimo vai ocupando seu devido lugar nos afazeres da Igreja. Não mais uma equipe de arrecadadores, mas uma equipe de anunciadores da boa nova.
Quando os fieis compreenderem, que a cada encontro de catequese ou a cada retiro de espiritualidade, reunião, aconselhamento, entrega de alimentos, socorro aos necessitados, doentes, visitas sacerdotais, enfim, por serem dizimistas, eles estão realizando o anúncio. Os fieis compreenderão que não há alocação de recurso mais eficiente e santo que a prática da partilha, do dízimo.
Até sábado amados de Deus.
Por: Padre Adilson Vieira - em: 27/07/2010
(Morro Cabeça no Tempo/PI - Paróquia: São Brás - Diocese: Bom Jesus do Gurguéia)
As formas de captação de recursos em nossas Paróquias são insuficientes e precisam de uma compreensão melhor do Dízimo para podermos caminhar de acordo com o próprio Evangelho.
Criada essa experiência de Deus através do Dízimo iremos evangelizar melhor e atingir a realidade material com mais segurança.
Estou lendo o Livro: Dízimo e captação de recursos, e encontrando nele novas ideias para a pastoral do Dízimo em minha paróquia.
Por: Márcio Rubio - em: 23/07/2010
(Presidente Prudente/SP - Paróquia: Santo Antônio - Diocese: Presidente Prudente)
Seria ótimo que dentro de nossa igreja houvesse mais união entre as pastorais e que estas pessoas envolvidas também fossem dizimistas.

Não podemos desistir ao avistar o primeiro obstáculo, devemos sim, continuar trabalhando com afinco em nossas atividades pastorais para que a palavra de Deus seja levada ao maior número de pessoas.
Por: Robysson Canavarro - em: 23/07/2010
(Belém/PA - Paróquia: NªSª de Nazaré do Desterro - Diocese: Belém)
Quando falamos em captação de recursos vem logo em mente o dinheiro, mas o que precisamos como captação de recursos é a participação de todos os movimentos, pastorais, liturgia, catequese, movimentos jovens que primeiro sejam dizimistas e depois levem a mensagem a outras comunidades da paróquia. O que vemos é o total desinteresse em participar da pastoral seja como dizimista ou missionário.
Por: Márcio Rubido - em: 22/07/2010
(Presidente Prudente/SP - Paróquia: Santo Antônio - Diocese: Presidente Prudente)
São artigos como este que nos trazem um norte a ser seguido. Tenho trabalhado com as pastorais do dízimo em diversas paróquias no Brasil, e o que vejo por ai, é a falta de captação de recursos humanos. Poucas pessoas estão de fato comprometidas em sua pastoral.

É importante que as pessoas envolvidas em alguma pastoral, se dediquem mais tempo em seu trabalho pastoral, que façam as coisas com amor, carinho e dedicação, procurando sempre o melhor para sua paróquia ou comunidade.

Desta forma ficará mais fácil para o pároco trabalhar a conscientização da importância do dízimo na paróquia, pois os membros da pastoral são exemplos para toda comunidade.

Participe você também! Deixe aqui seu comentário.
Nome:
E-mail:
Diocese:
Paróquia:
Cidade: U.F.:
Comentário:
Código: código captcha
 
Termos de Utilização | Política de Privacidade | www.idizimo.com
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização